Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Voltar 2024 terá duas superluas e dois eclipses parciais, dizem cientistas

Os fenômenos astronômicos como superlua, chuvas de meteoros, passagens de cometas e eclipses já têm as suas datas definidas para acontecer em 2024. O Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, catalogou cronologicamente quais os principais eventos deste ano e em que momento poderão ser observados. Entre as superluas, por exemplo, serão duas, ambas no segundo semestre. Em relação aos eclipses, também serão dois, um lunar e outro solar, ambos parciais. Chuvas de meteoros e cometas estão na relação de eventos previstos pelo observatório, que separou quais são os melhores e mais importantes de serem contemplados.

Superlua

Para 2024, estão previstas duas superluas, uma no dia 7 de setembro e outra no dia 17 de outubro. O fenômeno acontece a partir da união de dois acontecimentos: a Lua estar na fase cheia, e também no perigeu, isto é, momento em que o satélite natural está mais próximo da Terra. Na primeira superlua de 2024, o fenômeno poderá ser visto na constelação de Aquário, enquanto a segunda, na constelação de Áries.

Eclipses

Neste ano, algumas regiões do Brasil poderão presenciar dois eclipses, um lunar (quando a sombra da Terra se projeta na Lua) e um solar (quando a Lua projeta sua sombra em uma estreita região da superfície da Terra). Ambos serão vistos de forma parcial.

O primeiro eclipse está previsto para 25 de março, e será lunar. Segundo os astrônomos, ele poderá ser visto em todo o continente americano. No Brasil o fenômeno vai acontecer de madrugada, antes do amanhecer.

Já o eclipse solar, em 2 de outubro, será também parcial, e poderá ser visto nos Estados de Porto Alegre, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e parcialmente nos Estados da Bahia, de Minas, Goiás e Mato Grosso.

Na transição do dia 17 de setembro para o dia 18 de setembro, acontecerá um eclipse lunar parcial também com a possibilidade de ser visualizado em todo continente americano. Mas, de acordo com os astrônomos do Observatório do Valongo, o evento será muito tênue, com a lua sendo encoberta em apenas 0,08%. No Rio de Janeiro o fenômeno terá início às 23h12, auge às 23h44 e término às 0h16.

Em 8 de abril, está previsto um eclipse solar que poderá ser visto totalmente no México, nos Estados Unidos, no Canadá, na região equatorial do Oceano Pacífico e no Atlântico Norte. Esse fenômeno não será visível no Brasil.

Chuvas de meteoros

As chuvas de meteoros ocorrem em diversos momentos do ano, e podem ser vistos quando a Terra se torna caminho dos fluxos que se originam de cometas e asteroides. De acordo com as previsões, o pico de um dos fenômenos ocorreu ontem.

A chuva de meteoros Quadrântidas já vem sendo registrada desde 28 de dezembro, e terá um período de vigência até 12 de janeiro. Apenas as Regiões Norte e Nordeste, porém, poderão observar o fenômeno.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde